07/06/15

Sobre o PROGRAMA CAFÉ COM LETRAS

PROGRAMA CAFÉ COM LETRAS
Livros, Ideias e Confluências Musicais


O Programa Café com Letras fez sua estreia na Rádio Cultura FM de Brasília no dia 25 de julho de 2013, Dia Nacional do Escritor.

Com pesquisa, produção e apresentação da jornalista Juliana Medeiros, o programa radiofônico semanal dedica-se à divulgação de lançamentos, debates, notícias do mercado editorial, informações sobre bibliotecas e livrarias, entrevistas especiais com autores, críticos, pesquisadores, poetas e demais agentes da cadeia produtiva literária e seus elos: a produção, a mediação e a criatividade.

O nome do programa é uma homenagem à livraria-café-galeria mais antiga de Brasília (que encerrou suas atividades em 2013), sendo também uma homenagem aos livreiros e livrarias de bairro que se encontram quase em extinção, tanto no Brasil quanto em outros países.

Abordando o livro, a leitura, a literatura e as diversas modalidades da palavra escrita, o programa se propõe a veicular pelas ondas do rádio todos os assuntos que perpassam a temática literária no Brasil e no mundo.

O Café com Letras tem duas horas de duração, com programação musical variada, geralmente identificada com o tema do dia. Além das entrevistas e especiais, são veiculadas leituras dramatizadas, crônicas, poesias, sonoras e vinhetas criadas especialmente para o programa.

Manteve duas edições (estreia e reprise) semanais, desde 25 de julho de 2013 até 14 de agosto de 2014 quando passou a ter uma única edição aos domingos (sempre às 18h), formato que perdura até o momento.

O programa conta ainda com alguns quadros como o Minuto do Café, falando sobre a cultura barista. O quadro Dica do Livreiro, em que livreiros dão dicas de leitura. E ainda o quadro Vitrine Literária com resenhas e comentários sobre os últimos lançamentos, além da agenda de eventos que acontecem no mundo das letras.

Se você tiver dicas interessantes para o programa, sugestões de convidados para as entrevistas ou dicas para nossa vitrine e agenda literárias, entre em contato pelo e-mail: cafe.letras@hotmail.com ou através de nossas redes sociais (no twitter, facebook, etc.).

Materiais de divulgação também podem ser enviados para o endereço da Rádio Cultura FM: SCRS 508, Bloco A, Espaço Cultural Renato Russo, 2º Piso, Brasília-DF, CEP: 70351-515 a/c Juliana Medeiros – Núcleo de Jornalismo.

30/05/15

Venda de ingressos da Flip 2015 começa nesta segunda-feira, às 11h

O Programa Café com Letras deste domingo faz uma homenagem à Festa Literária Internacional de Paraty, cujos ingressos começam a ser vendidos nesta segunda-feira. Confira:



Começa no dia 1º de junho, às 11h da manhã, a venda de ingressos para a Flip 2015. Os ingressos serão vendidos pela Tickets for Fun via internet, telefone (11-4003-5588), nospontos de venda credenciados, e, exclusivamente para moradores de Paraty, na agência Paraty Tours (mais detalhes abaixo). 

O preço do ingresso para a programação principal na Tenda dos Autores é de R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia). O limite é de dois ingressos por mesa para cada comprador mediante apresentação do CPF do mesmo. Para saber quem tem direito a meia-entrada, clique aqui. Neste ano, oVale-Cultura será aceito nos pontos de venda credenciados e na bilheteria da Flip durante os dias de festa. Os ingressos estarão disponíveis para venda até o dia 30 de junho. Durante a Flip, entre 1º e 5 de julho, a venda será realizada só em Paraty, na bilheteria localizada na Tenda dos Autores. 

Por conta da alta procura por ingressos, recomendamos cadastro prévio no site da Tickets for Fun para quem for adquirir os ingressos pela internet. Para tanto é necessário telefone, RG, CPF e endereço completo. Recomendamos também escolher com antecedência as mesas da programação. Confira a programação principal aqui.

Programação gratuita
Neste ano, reforçando sua política de democratização de acesso, a Flip repetirá a transmissão gratuita, ao vivo, da programação principal no telão, que ocorre na praça da Santa Casa, na saída da Tenda dos Autores. A mesa Zé Kléber, que acontece na quinta-feira às 12h, é gratuita, como de costume, com retirada de ingressos uma hora antes na bilheteria oficial da Flip. Pela primeira vez, os eventos da FlipMais serão totalmente gratuitos, com distribuição de senha uma hora antes, na Casa da Cultura. A programação da FlipMais será divulgada em meados de junho, acompanhe nossos canais de comunicação para ficar por dentro das novidades. 

A Flipinha e a FlipZona também têm acesso livre. Para esta última, as senhas serão distribuídas meia hora antes dos eventos, na Casa da Cultura. 

Na festa literária
A Flip deste ano conta com 39 convidados, divididos em 23 mesas, numa edição que homenageia o agitador cultural e literário Mário de Andrade. Estarão em debate literatura, cultura, sociedade e a presença de Mário no Brasil de hoje. 

Além disso, a mesa “Livro de Cabeceira”, em que convidados da Flip leem e comentam trechos de seus autores favoritos, vai reunir Ayelet Waldman, Colm Tóibín, Diego Vecchio, Eduardo Giannetti, Marcelino Freire, Matilde Campilho, Ngũgĩ wa Thiong’o, Richard Flanagan, entre outros. 

Como comprar
1. Internet:
www.ticketsforfun.com.br 

2. Telefone:
Atendimento nacional: (11) 4003-5588
De segunda a sexta, das 11h às 17h. 

Atendimento internacional: + 55 11 2789 0057
De segunda a sexta, das 11h às 17h. (GMT -3). 

3. Pontos de venda sem taxa de conveniência:
Citibank Hall (São Paulo): Avenida Nações Unidas, nº 17.955. Horário de Funcionamento: Dia 01/06: das 11h às 20h. Demais dias: das 12h às 20h. 

Citibank Hall (Rio de Janeiro): Avenida Ayrton Senna, nº 3.000. Horário de Funcionamento: Dia 01/06: das 11h às 20h. Demais dias: das 12h às 20h. 

Paraty Tours: em Paraty, apenas para moradores da cidade, mediante comprovação de residência: Avenida Roberto Silveira, nº 11. Horário de funcionamento: dia 1º de junho das 11h às 18h. De 2 a 3 de junho das 10h às 13h, das 14h às 17h. 

4. Demais pontos de venda:
Consulte a lista completa dos pontos de venda presencial no site da Tickets For Fun, em Onde Comprar.

18/04/15

Dia do livro infantil - Homenagem a Monteiro Lobato



"Entre os mais humildes comércios do mundo está o livreiro. Embora a sua mercadoria seja a base da civilização, pois é nela que se fixa a experiência humana, o livro não interessa ao nosso estômago nem à nossa vaidade. Não é, portanto, compulsoriamente adquirido.

O pão diz ao homem: "Ou me compras ou morres de fome". O batom diz à mulher: "Ou me compra ou te acharão feia". E ambos são ouvidos.

Mas se o livro alega que sem ele a ignorância se perpetua, os ignorantes dão de ombros, porque o próprio da ignorância é sentir-se feliz em si mesma. 

E, pois, o livreiro vende o artigo mais difícil de vender-se. Qualquer outro lhe daria maiores lucros, ele o sabe e heroicamente permanece livreiro. E é graças a essa generosa abnegação que a árvore da cultura vai aos poucos aprofundando as suas raízes e dilatando a sua fronteira. 

Suprima-se o livreiro e estará morto o livro. 

E com a morte do livro retrocederemos à Idade da Pedra. 

A civilização vê no livreiro o abnegado zelador da lâmpada em que arde, perpétua, a trêmula chamazinha da cultura."

(O livreiro, Monteiro Lobato)

20/02/14

Café com Letras - a livraria que virou programa de rádio



 
Inaugurado em 12 de julho de 1998, o Café com Letras foi o primeiro espaço em Brasília a conjugar livros, cafeteria e arte. Sua proprietária, Maria Luiza Neiva, uniu o sonho de ser livreira com a vontade de compartilhar a magia transformadora que a literatura provoca no ser humano. Esses elementos inspiraram esta goiana, ávida por literatura de qualidade, a criar o espaço que integrava bons livros - incluindo títulos de autores distantes dos holofotes da mídia - em um ambiente aconchegante onde leitores exigentes podiam ter um atendimento personalizado.

Infelizmente, a livraria encerrou sua história, como tantas outras livrarias de bairro no país.

Mas como essa também é uma história de resistência, o Café com Letras se tornou um programa semanal, sobre livros, na Rádio Cultura FM de Brasília. E através das ondas do rádio, desde sua estréia em julho de 2013, ele vem se consolidando como o espaço que o inspirou, dentre outras coisas, uma referência entre os independentes, um espaço alternativo e de resistência na cena cultural e literária de Brasília.

Programa Café com Letras - Livros, Ideias e Confluências Musicais
Apresentação: Juliana Medeiros
cafe.letras@hotmail.com
Rádio Cultura FM 100,9
61-34433376 / 99998843

05/04/13

Myriam Greco apresenta Café com Bossa

A temporada de eventos musicais continua. Neste sábado Myriam Greco faz as honras da casa trazendo o  Show Café com Bossa.




A cantora Myriam Greco, carioca radicada em Brasília desde 1972, é filha de músicos e dona de uma voz singular e extremamente melodiosa.  Atuou na noite de Brasília de forma marcante nas décadas de 1980 e 1990. Afastada desde então, para se dedicar ao estudo de canto coral, volta agora com um consistente trabalho focado nos grandes compositores da MPB.

Rosa Passos, Fátima Guedes, Ivan Lins, João Bosco, Joyce, Elis Regina, Djavan, Dori Caymmi, Gonzaguinha, Edu Lobo, Marcos Valle, Baden Powell e outros grandes nomes da nossa música são interpretados pela  cantora, que está acompanhada dos  experientes Régis Torres (arranjos/violão/direção musical),  e Edinho Silva (percussão).

Régis Torres, nascido no Rio Grande do Sul e radicado em Brasília desde 1975, começou a tocar profissionalmente em 1977, aos 12 anos. Estudou na Escola de Música de Brasília, realizando trabalhos com músicos renomados, como Nema Antunes e Marcos Britto (atualmente integrantes da banda de Ivan Lins), Alberto Sales e o compositor e virtuose Márcio Faraco.

Arranjador, professor de música (escolas Tupiniquimusical – 206 N e Escala Musical – Shopping Águas Claras), Diretor e Produtor Musical e Cultural, produziu shows de destaque em Brasília com artistas da cidade, em espaços importantes como o Feitiço Mineiro, Bar Monumental, Açougue Cultural T-Bone, Caixa Cultural, FNAC, SESC, Projeto Bibliomúsica, Sala Villa Lobos, dentre outros. Em 2007, 2008 e 2009, em um grande sucesso de público e crítica, dirigiu e produziu três shows, “Samba da Zona” , “Bossas, Sambas e Outras Conversas” e “Bossa, que te quero Bossa”, no Clube do Choro de Brasília , com a cantora Beth Ligth & Banda Mistura Fina, da qual foi integrante e Diretor Musical.

04/04/13

O novo som da viola caipira nas mãos de Claudivan Santiago





Viola Pura Viola. Esse é o nome do terceiro trabalho do cantor, compositor, poeta, jornalista e violeiro Claudivan Santiago, o segundo voltado exclusivamente para a viola caipira. Com uma linguagem musical bem própria, esse tocantinense radicado em Brasília desde 2003 vem conquistando fãs e inovando no mundo da chamada música raiz. Com suas letras às vezes rebuscadas e melodias sentimentalistas, suas músicas nos remetem à vida no campo. De imediato, chama a atenção sua forma muito particular de tocar a viola, instrumento no qual iniciou os primeiros dedilhados em 2005, principalmente por se tratar de um músico autodidata.

Nesse novo trabalho, Claudivan Santiago procura mostrar o violeiro. Por isso optou por fazer um CD quase todo instrumental, seguindo os passos do seu grande mestre, Almir Sater. Das 12 músicas que compõem o Viola Pura Viola, apenas duas são cantadas.

Um dos destaques é a música A Experiência, que relata a história de um quase pacto com o Demônio. Nela, o cantor mostra um pouco da sua veia poética e suas destrezas com a viola. “Essa história de pacto com o Cramunhão fazem parte do universo da viola caipira, e da própria música do homem rural. E isso vem de muito longe. Desde criança eu ouvia falar dessas coisas. Mas essa música foi uma grande coincidência, não foi nada premeditado. A inspiração surgiu, e pronto!”, define o artista.

Outra música que chama a atenção é Memórias de um Sertanejo. Em estilo mais dançante, ela possui uma melodia dolorida, e fala da saudade de quem deixou o sertão para morar na cidade, tema comum no estilo caipira. A música lembra a famosa Vaca Estrela e Boi Fubá, obra do poeta cearense Patativa do Assaré, imortalizada na voz de Fagner. E essa similaridade não é por acaso. Claudivan Santiago é filho de mãe cearense, da região de Sobral, e se define como “um cearense nascido no Tocantins”.

Entre as instrumentais, os destaques são Dedo Duro e Pagode do Desesperado, que nos remetem à herança do saudoso Tião Carreiro, o rei do pagode; Valsa nas Nuvens, por sua vez, é uma viagem melódica e que exprime bastante ternura; A Matinha, que Claudivan fez inspirado na obra da violeira matogrossense Helena Meirelles; Buraco Negro, onde o batido caipira da viola ganha um ar pop com o uso da bateria eletrônica; e Viola Pura Viola, faixa que abre o CD e dá nome ao disco. Em todas elas, o artista imprimiu técnicas que aprendeu ouvindo Renato Andrade, Braz da Viola, Ivan Vilela e outros grandes mestres da viola caipira brasileira.

“Esta é uma experiência muito gratificante. Porque nunca pensei em fazer um disco instrumental. Sempre sonhei ser pianista, guitarrista, algo assim. Mas foi a viola que me pegou. E a música, para mim, é algo sobrenatural, que nos liga a outro mundo, a outras visões da vida, a outras dimensões”, completa Santiago.

02/04/13

Embaixadores Globais: Organizando viagens com o Evernote




Amanhã, dia 03 de abril, às 20:00h o Embaixador de Viagens do Evernote - Vladimir Campos - fará uma palestra sobre viagens no Café com Letras. Na primeira parte da conversa ele pretende explicar um pouco sobre a ferramenta e na segunda parte, descrever como a utiliza para preparar, organizar e gerenciar viagens.

Recentemente, Vladimir Campos fez uma apresentação no evento “Olhares sobre o Turismo: Saber Fazer” do Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasilia (UnB). Vladimir detalhou as principais características do Evernote e apresentou dicas e técnicas para que as pessoas possam utilizar o aplicativo para organizar e gerenciar melhor suas viagens. Quem tem interesse no tema não pode faltar à apresentação de amanhã.

Apaixonado por história, viagens e tecnologia, Vladimir começou a se aventurar em 2005 contando seus “causos” em seu primeiro blog. Além de organizar seus roteiros com o Evernote, Campos mantém outras paixões que não ficam fora de suas viagens, a fotografia, o podcast e os vídeos estão presentes em sua grande mochila de aventuras. Desde dezembro de 2012, Vladimir Campos faz parte do programa de embaixadores globais do Evernote.

Vladimir promove amanhã uma nova edição do workshop “Organizando viagens com o Evernote”. Para se inscrever, basta acessar a página do evento.

O evento é gratuito e acontecerá às 20:00h no mezanino da livraria Café com Letras localizada na CLS 203 Bl. C Lj. 19, Brasília. 

OBS.: O pagamento pelo consumo de alimentos e bebidas, se houver, é de responsabilidade dos convidados.


Para saber mais sobre Vladimir Campos:

Twitter: @vladcampos

Skype: vladcampos



Grupo do Embaixador de Viagens no Facebook:

Página do Evernote com os embaixadores no Brasil:


Sobre o livro: "Organizando a vida com o Evernote":

Artigos recentes sobre o livro:

Autopublicação se multiplica no Brasil, onde best-sellers ainda são exceção

Best-Seller Digital

21/03/13

HOJE - Debate: Centenário de Albert Camus



Em continuidade a programação oficial da Semana da Francofonia, a livraria Café com Letras apresenta hoje o debate acerca da obra de Albert Camus, no âmbito de seu centenário, com os professores Sidney Barbosa e Patrícia Machado, da UnB.

Um dos maiores escritores franceses do século XX, Albert Camus (7.11.1913 a 4.01.1960) completaria cem anos em 2013. Falecido prematuramente em um acidente de automóvel, este escritor, ensaísta, dramaturgo e filósofo francês (nascido na Argélia) deixou uma obra substanciosa e cheia de atualidade para o leitor do século XXI. Camus foi também um jornalista militante engajado na Resistência Francesa e nas discussões morais do pós-guerra.

Participante de uma das mais felizes uniões entre Filosofia e Literatura, o movimento Existencialista, este autor não recusava polêmicas e nem tinha receio de tornar públicas suas posições filosóficas, estéticas ou políticas. Serão enfatizadas neste debate no Café com Letras, sua contribuição para a Literatura. Serão apresentadas informações sobre a sua contribuição filosófica, mas será abordado com ênfase o valor artístico de sua literatura.

O Prof. Sidney Barbosa é docente de Literatura Francesa e a Profa. Ms. Patrícia Machado é doutoranda no Programa de Literatura da Unb, dedicando-se, em sua tese, a refletir, especialmente, sobre a ponte que este autor realizou entre Filosofia e Literatura.

Debate - Centenário de Albert Camus
Horário: 20h
Entrada Franca
Reservas: 33224070 / 33225070